sábado, 6 de setembro de 2008

EM UM CARRO FLEX POSSO MISTURAR DOIS COMBUSTÍVEIS?


Conceitualmente, um carro dotado da tecnologia Bi-combustível permite o uso de 100% de gasolina, 100% de álcool ou a mistura dos dois combustíveis, em qualquer proporção. Não há qualquer restrição quanto ao combustível utilizado. Mesmo assim, muitos motoristas optam pelo uso de um único combustível.

Talvez esses motoristas ainda estejam tomados por uma “monocultura” onde um único combustível tem espaço no tanque. Lembre-se que o que motivou o desenvolvimento dos motores Flex foi garantir ao motorista o direito de escolher o combustível da maneira que mais lhe convém. Se por exemplo, o Álcool está no período da entressafra, e o preço não ajuda muito, opte pela Gasolina. Se por sua vez, a Gasolina está pela hora da morte, utilize o combustível “verde”. Esse é o raciocínio do carro Flex.

O fato de misturar combustível no tanque em nada prejudica o sistema de injeção. Apenas não ficam tão evidentes as características dos dois combustíveis, como o melhor desempenho no álcool ou a maior autonomia da Gasolina. Por outro lado, misturar os combustíveis pode trazer alguns benefícios, como por exemplo, adicionar Gasolina ao Álcool com o objetivo de facilitar a partida a frio.

O software instalado na Central de injeção é tão sofisticado que é capaz de “aprender” o combustível presente no tanque, mesmo em caso de mistura, ajustando os parâmetros de funcionamento do motor. Isso corre de forma tão rápida e precisa que a transição entre combustíveis se torna imperceptível.

Lembre-se, o que danifica o motor Flex, não é a mistura de combustíveis, mais sim, o uso Gasolina ou Álcool fora dos padrões de qualidade.

Até o Próximo Post

Alexandre

Dicas AutoServiço

  • Adicionar um pouco de Álcool a Gasolina minimiza o acúmulo de resíduos no motor.

  • Utilize sempre combustíveis de procedência e qualidade comprovada.

  • Adicionar Gasolina ao Álcool facilita a partida a frio.

7 comentários:

Anônimo disse...

Ok, mas há problemas em converter um carro que nao é Flex em Flex???Quais?? Se possivel o que trocar no motor do mesmo??

Alexandre Costa disse...

Todas as peças que tem contato com o combsutível devem ser substituidos, como bomba, tubulações...O motor deve ter sua taxa de compressão retrabalhada...o sistema de injeção remapeado...

Os custos elevados tornam mais interessante adquirir um carro Flex..

Alexandre

Pedro Jungbluth disse...

Os carros à gasolina já tem preparação anticorrosão desde 1989, então não precisa se preocupar. Mas a bomba de gasolina não suporta rodar com álcool e vai queimar, mas não na hora, o esquema é rodar com ela (sem viagens longas) e quando queimar troca.
Os módulos flex em geral sao apenas resistores que enriquecem a mistura alterando a abertura dos bicos (pelo sensor de temperatura ou pelo módulo mesmo), depois disso a injeção corrige via lambda pelo oxigênio do escape mantendo uma proporção mais ou menos correta. Só que o problema é que os bicos de gasolina tem menos vazão que os álcool, assim os flex adaptados acabam usando mistura pobre que aument muito a temperatura de queima, podendao causar detonação por hot spots, além de danos em toda câmara de combustão.

Anônimo disse...

Como tranformar o motor flex em um motor para receber apenas gasolina. Prescisa reduzir a taxa de compressão, trocar bicos e a central eletronica??? Qual é o custo??

Janio Dos Santos Souza disse...

Vc é doido?

Janio Dos Santos Souza disse...

Vc é doido?

Janio Dos Santos Souza disse...

Vc é doido?