segunda-feira, 22 de setembro de 2008

COMO FUNCIONA A PARTIDA A FRIO NO CARRO FLEX – PARTE I


Quem teve carro à Álcool deve lembrar, ou pelo menos tentou esquecer, da dificuldade de partida com o motor frio. Cada motorista tinha uma receita caseira. “ Pisa no acelerador três vezes antes de ligar”, uns diziam. “Puxa o afogador até a metade” outros afirmavam.

Fiquei sabendo até de um caso curioso em que do dono do carro mantinha uma extensão elétrica com uma lâmpada de 100W no vão do motor durante a noite toda com o objetivo de facilitar a partida no dia seguinte. Uma espécie de “chocadeira automotiva”. O mais interessante é que funcionava !!

Mas afinal de contas, porque o motor à álcool possui essa dificuldade de partida a frio? Bem, o problema não está no motor, mas sim no combustível. É que o Álcool exige temperaturas elevadas para mudar de estado físico, ao contrário da Gasolina que evapora rapidamente. Daí a necessidade de se utilizar um sistema paralelo para ajudar na partida.

Esse sistema auxiliar consiste em um pequeno reservatório contendo gasolina ligado ao coletor de admissão através de uma tubulação flexível. Uma pequena eletroválvula se encarrega de controlar a quantidade de combustível injetado. Essas injeções de gasolina ocorrem segundos antes da injeção de álcool, facilitando a partida do motor.
Os veículos Flex por serem descendentes diretos dos veículos movidos à Álcool da década de 80 herdaram também o sistema de partida a frio. Nesse caso, o sistema entra em funcionamento nos primeiros instantes de funcionamento quando há um grande percentual de álcool no tanque.

Nos próximos Posts falaremos um pouco mais sobre o Sistema de partida a frio.

Alexandre

Dicas AutoServiço
  • Evite acelerar durante a partida do motor.
  • Não é preciso esperar o motor aquecer para sair rodando.
  • Adicionar um pouco de gasolina ao tanque de álcool ajuda na partida.