segunda-feira, 20 de abril de 2009

SELO PROCEL PARA CARROS


Você já deve ter visto um selo, semelhante ao mostrado na figura acima, relacionado a algum eletrodoméstico como uma geladeira, por exemplo. Mas se levassem esse conceito aos automóveis? Bem, parece mais uma daquelas boas idéias que nunca sairão do papel. Errado. Desde a última sexta, dia 17, um modelo similar ao Selo Procel será utilizado também para orientar os clientes na hora da compra de um carro.

Isso mesmo, aquele selinho, chamado de Selo Procel de Economia de Energia, foi instituído através de um Decreto Presidencial de 08 de dezembro de 1993, sendo um produto do Programa Nacional de Conservação de Energia elétrica. Só que é utilizado para equipamentos domésticos como geladerias e ar condicionados com o objetivo de orientar o consumidor na hora da compra, indicando os produtos com maior eficiência energética através de uma classificação que varia de A, para o mais econômico, a E, o menos econômico.

Nos automóveis o Selo irá se chamar Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE) e é o resultado de uma parceria entre o Inmetro e a Petrobrás através do CONPET, Programa Nacional da Racionalização do Uso dos Derivados do Petróleo e do Gás Natural. Serão oito categorias: subcompacto, compacto, médio, grande, esportivo, fora-de-estrada, comercial leve e comercial derivado de carro de passeio. E o Selo indicará o consumo de combustível no ciclo urbano e rodoviário, em Km/l para álcool e gasolina, ou Km/m3 para carros GNV.

Mas, por tratar-se de um assunto polêmico, os testes de consumo são realizados pelo Inmetro, seguindo padrões estabelecidos na Norma Técnica ABNT 7024, utilizando combustível padrão. Nesse teste o veículo funciona sobre um dinamômetro de rolos, simulando diferentes condições de tráfego. Os valores obtidos são médias de consumo e servem como referência para o consumidor.

Portanto, a partir de agora a etiqueta poderá ser utilizada nos Show Rooms das Concessionárias com o objetivo de ajudar o Cliente na escolha do modelo mais econômico. Na Europa existe uma classificação semelhante, mas voltada a emissão de poluentes, onde um selo indica a quantidade de poluentes emitida pelo motor.

A adesão ao Programa é voluntária, e até o momento apenas 05 montadoras participam da classificação. A expectativa é que este ano aproximadamente 30 modelos de cinco categorias sejam etiquetados.

Click aqui e veja a tabela com os carros que já receberam o Selo ENCE.


Alexandre

3 comentários:

Anônimo disse...

Prezados, a metéria contém uma grave incorreção. Não se trata de um Selo Procel para carros já que este selo, concedido pela Eletrobrás abrange apenas aparelhos elétricos. Na verdade trata-se da Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE) do Inmetro para veículos. A ENCE Veicular é uma parceria do Inmetro com o CONPET, Programa Nacional da Racionalização do Uso dos Derivados do Petróleo e do Gás Natural, implementado pela PETROBRAS. Alias o CONPET também aplica a ENCE nos fogões e aquecedores de água a gás e o Selo CONPET é concedido pela PETROBRAS aparelhos a gás mais eficientes.

Alexandre Costa disse...

Agradeço a contribuição. O Post já foi corrigido conforme você pode ver. Muito obrigado.

Anônimo disse...

Vi a outra matéria sobre a etiquetagem dos modelos 2010 que ficou bem clara e correta e a correção do texto da materia que se chama "Selo PROCEL para carros". Se for possível corrija também o título para "Etiqueta INMETRO/CONPET para carros"