domingo, 27 de março de 2016

INSTALAR UM KIT GERADOR DE HIDROGENIO NO SEU CARRO VALE A PENA?



Em tempos de combustível caro, surgem sempre alternativas que prometem efeitos milagrosos para o usuário, proporcionando resultados que beiram o extraordinário. A bola da vez é o gerador de hidrogênio. Isso me chamou muito sua atenção. Afinal, os outros métodos tidos como “milagrosos”, se não ofereciam o resultado anunciado, pelo menos não expunham o usuário a risco. Agora a coisa muda de figura. Estamos falando de algo, que se não for bem manuseado, pode ocasionar algum tipo de incidente.  

Não é meu interesse pessoal, nem é o objetivo do Blog, denegrir ou mesmo difamar um produto ou serviço. Mas, sinto-me na obrigação de esclarecer alguns pontos importantes que, por algum motivo, são omitidos dos consumidores. Por isso, meu amigo leitor, vou dar subsídios para que você possa refletir sobre o que é anunciado e possa tirar suas próprias conclusões. 

  • Primeiramente, vamos ao centro da questão – o Hidrogênio.  é o elemento químico mais abundante do Universo. é altamente inflamável, invisível, sem cheiro, além de extremamente leve. Essas características tornam seu armazenamento difícil, devido a complexidade de vedação, e por isso mesmo sujeito a vazamento. Ou seja, se vazar, você não vai perceber e o risco de incêndio é iminente!!
  • Obter Hidrogênio nem é tão difícil assim. Com um pouco de conhecimento de química você mesmo pode fazer a experiência em casa. Estudamos isso no ensino médio e o processo, conhecido como eletrólise, utiliza uma corrente elétrica para obter oxigênio e hidrogênio a partir da água. E é isso que o kit faz: aproveita a corrente da bateria para produzir o hidrogênio de uma porção de água acumulada em um reservatório. O que quero destacar aqui não é como o sistema gera o hidrogênio, isso ele faz. O que considero questionável é o fato de utilizá-lo como combustível.
  • O que chama mais atenção são os benefícios prometidos aos clientes, que vale a pena salientar, não são poucos. Vão desde aumento da potencia do motor a promessa de economia de combustível E que economia!!! Entre 20 e 60%, segundo um dos principais fabricantes!!! Não satisfeito, a empresa ainda garante o aumento da vida útil do motor e redução da emissão de poluentes. Será? Parece bom demais pra ser verdade, não é mesmo? Discurso parecido vemos no horário eleitoral. 
  •  é importante ainda que se diga que ao instalar o kit seu motor não estará queimando apenas Hidrogênio. Isso seria inviável, pois exigiria mudanças radicais no motor, além de um tanto quanto irresponsável pelo risco envolvido. Só pra constar, quem usa hidrogênio como combustível é foguete, ok? E como seu carro está muito distante de levar você a Lua, o que ocorre na realidade é uma mistura de hidrogênio, oxigênio e vapor d´agua que é queimado junto com o combustível original. Segundo o fabricante, isso torna a queima mais eficiente e dai se obtém a redução no consumo. Que fique claro, quem afirma isso é o fabricante e somente ele. Não há nenhuma instituição que homologue o produto. Além do que, o produto não é certificado e sua instalação não segue normas como o kit de GNV, por exemplo.
  • E para encerrar o post, quero deixar bem claro que não existe solução tecnológica que opere milagres quando o assunto é consumo de combustível. Entenda que quando optamos por instalar algum equipamento em nosso carro transferimos para ele a responsabilidade pela redução do consumo, quando na verdade, cabe a nós fazer com que o carro possa consumir menos combustível. Pense nisso.

Nenhum comentário: