quinta-feira, 24 de março de 2016

DICAS DE MANUTENÇÃO ANTES DE VIAJAR. NÃO PEGUE A ESTRADA ANTES DE LER ESSE POST.



Em todo feriado, é comum reunir a família e por o pé na estrada. Tanque cheio, porta malas lotado é hora de viajar. Mas será que você tomou os devidos cuidados? Saiba que os pneus são a única parte do veículo em contato com o solo. Portanto, cuide deles!!! Então, se você pretende fazer um passeio tranquilo, leia com atenção as dicas abaixo, e boa viagem!!!

DESGASTE
O aspecto geral dos pneus é o primeiro ponto ao observar. Olhe atentamente para eles.  Procure por bolhas, deformações ou rasgos na borracha. Não se limite só a olhar. Passe as mãos na superfície de borracha. Sinta as imperfeições. Verifique se a banda de rodagem apresenta desgaste irregular. Isso é indicio de falta de alinhamento ou problemas na suspensão. Nesse caso é bom levar a uma oficina para verificar as buchas, terminais de direção, pivôs, molas e amortecedores. Outro ponto que você não pode esquecer é a profundidade dos sulcos. Procure pelo TWI. Pela legislação, não deve ser inferior a 1,6mm. Uma dica é pôr a ponta da chave do carro nos sulcos e comparar o nível de desgaste de cada pneu. Assim você passa a ter uma referencia. Se o desgaste tiver acima do recomendado, não titubei, troque os pneus!

PRESSÃO
Agora, vamos verificar a pressão. Os pneus modernos não utilizam câmara de ar. é a própria pressão do ar que ajuda a manter a estrutura do pneu e dá forma ao conjunto. Portanto mantenha os pneus com a calibragem indicada pelo fabricante. Essa informação está no Manual do veículo, na coluna da porta ou até na tampa de abastecimento de combustível. Se o carro estiver muito carregado, calibre com uma ou duas libras a mais para compensar o peso adicional. E não se esqueça do estepe. Ele pode ser muito útil na sua viagem. Lembre-se que a baixa pressão dos pneus contribui para o aumento do consumo, eleva o peso do volante e diminui a capacidade dos pneus de absorver impacto.

ALINHAMENTO
Mesmo que você não tenha identificado desgaste irregular nos pneus é recomendado fazer o alinhamento das rodas. Esse serviço mecânico ajusta o conjunto pneu/roda na posição correta em relação a suspensão e direção. Tudo realizado seguindo parâmetros informados pelo fabricante. Além do baixo custo, o alinhamento proporciona grandes benefícios como maior estabilidade direcional e retorno do volante, ou seja, o veículo mantem a tendência de seguir em linha reta, facilitando a condução, além de permitir o giro natural do volante após uma curva. Esses fatores têm relação direta com o conforto e segurança ao dirigir. Principalmente na estrada.

BALANCEAMENTO
Se for feito o alinhamento, a oficina obrigatoriamente deve realizar o balanceamento dos pneus. Muita gente acredita que o balanceamento serve apenas em caso de instalação de um pneu novo. Não, muito pelo contrário! Ele deve ser realizado sempre junto com o serviço de alinhamento. O balanceamento evita vibrações no volante em velocidades mais altas, pois o conjunto pneu/roda está com o peso distribuído corretamente. Além disso, elimina vibrações indesejadas no conjunto mecânico que pode vir a ocasionar desgaste prematuro dos componentes da direção e suspensão.

RODIZIO
E por último, e não menos importante é o rodízio dos pneus. Esse serviço inverte a posição dos pneus, passado do eixo dianteiro ao traseiro, e vice versa, para distribuir o desgaste e aumentar a vida útil do pneus. É importante seguir uma sequencia de acordo com o tipo de tração do seu carro, pois para modelos com tração dianteira, traseira ou nas quatro rodas existe uma sequencia especifica a ser seguida e uma boa oficina saberá como realizar.

Um comentário:

Edson Costa disse...

Muito bom , Alexandre!